+55 (67) 98417-2849
Sábado, 24 de Fevereiro de 2018
IPVA
Combate ao Aedes

Doenças do “Aedes” tem notificações baixas em MS, mas alerta permanece

26 JAN 2018Por: Campo Grande News15h00
Neste mês foram notificados 221 casos de dengue e 14 da febre chykumguniaNeste mês foram notificados 221 casos de dengue e 14 da febre chykumgunia / Foto: Alexandre Carvalho/Fotos Publicas

As doenças transmitidas pelo mosquito aedes aegypti não colocaram nenhum município de Mato Grosso do Sul na área de alta incidência no primeiro mês deste ano. Porém, a SES (Secretaria de Estado de Saúde) registrou 221 notificações de dengue até o dia 20. A média é de 11 casos notificados por dia. Já pela febre chykumgunia foram 14 notificações na Capital e em outras cinco cidades.

Conforme boletim epidemiológico, do dia 14 até o dia 20 foram registradas 68 novas notificações de dengue no Estado. O único município que aparece com média incidência é Jaraguari – a 44 quilômetros da Capital – com nove casos.

Na lista Campo Grande figura em 45º lugar com 25 notificações, o que considerando a quantidade de habitantes é baixa incidência da doença. Durante todo o ano passado foram registradas 6.201 notificações.

Ainda segundo boletim, até o momento foram notificadas 14 casos de febre chykumgunia no Estado, contudo, nenhum município foi colocado em média ou alta incidência da doença. Os casos estão espalhados nas cidades de Iguatemi (6), Juti (1), Rio Verde de Mato Grosso (2), Corumbá (3), Amambai (1) e Campo Grande (1). Em 2017 no total foram notificados 539 casos.

Prevenção - As medidas de prevenções contra o mosquito são: descartar objetos não utilizados que estiverem expostos às chuvas e podem acumular (água, pneus, latas, garrafas, baldes); tampar os tonéis e depósitos de água; colocar terra/areia nos vasinhos de plantas ou lugares que acumulem água; e colocar o lixo em sacos plástico.

Comentários
Veja Também
Divulgue Aqui 2
m Serviços