+55 (67) 98417-2849
terça, 24 de abril de 2018
SET Fev

Abril Verde traz ações de prevenção a doenças e acidentes de trabalho em Corumbá

11 ABR 2018Por: ASCOM PMC15h00
CEREST tem feito orientações e promovido de ações durante o mês.CEREST tem feito orientações e promovido de ações durante o mês. / Foto: Renê Marcio Carneiro/PMC

Desde 2014, o mês de abril é reservado no Brasil para a conscientização da segurança e saúde do trabalhador. O Abril Verde surgiu por iniciativa do Sindicato dos Técnicos de Segurança do Paraná e logo ganhou atenção e apoio do Ministério Público do Trabalho (MPT). A ideia foi disseminada no país especialmente pela quantidade de acidentes de trabalho registrados todos os anos. O Brasil é o 4º no ranking de acidentes fatais de trabalho, segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT). São quase 4 mil trabalhadores mortos ao ano, enquanto o número total no mundo chega a 321 mil.

 

O mês foi escolhido pelo movimento porque o dia 28 de abril foi estabelecido pela OIT como o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trabalho. Ciente da importância da campanha nacional, a Prefeitura de Corumbá aderiu à ideia e lançou o Abril Verde no município. As atividades de conscientização estão sendo desenvolvidas pelo Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST), vinculado à Secretaria Municipal de Saúde. Na manhã de 10 de abril, o CEREST apresentou o Abril Verde ao prefeito Marcelo Iunes, durante reunião em seu gabinete, que apoiou a iniciativa e declarou aberta oficialmente a campanha.

 

“Resolvemos participar do Abril Verde por entendermos a importância desta campanha como forma de fortalecer a mobilização pela saúde do trabalhador investindo em prevenção, treinamento e conscientização de trabalhadores e empresários, com o objetivo de diminuir o número de vítimas de acidentes de trabalho em nossa cidade, já que temos consciência de que a vida não tem preço. Nossa intenção também é alertar sobre doenças contraídas no âmbito do trabalho”, afirmou Rogério Leite, secretário municipal de Saúde.

Para Maqueson André Brites Garcia, coordenador do CEREST, o Abril Verde também chama a atenção para as subnotificações dos registros dos casos e para o descaso com a segurança do trabalhador. “Temos que utilizar a data para homenagear todos aqueles que foram vítimas de acidente de trabalho, fatais ou não, mas principalmente usá-la para nos mobilizarmos e darmos um basta às omissões relacionadas à segurança do trabalho que tanto refletem na vida de todos trabalhadores”, afirmou Maqueson André Brites Garcia, coordenador do CEREST.

 

Ações do mês

 

A primeira ação da campanha em Corumbá aconteceu na Semana da Saúde, quando o CEREST teve oportunidade de divulgar mais informações sobre sua atuação, que é voltada exclusivamente para ações de prevenção a acidentes, notificações sobre doenças e acidentes de trabalhadores por causa de atividades laborais.

 

A segunda atividade ocorreu no dia 05 de abril, quando servidores do CEREST, com apoio da Unidade Básica de Saúde Paulo Mayssato, localizado no bairro Nova Corumbá, visitaram duas construções civis. Isso porque na primeira foi registrado caso de tétano. “O trabalhador daquela obra pegou tétano e está em tratamento, por isso, resolvemos, com ajuda da vacinadora da UBS, vacinar todos os trabalhadores dali. Um servidor da unidade de saúde também esteve presente verificando carteiras de vacinação e fazendo novas. Aproveitamos a oportunidade e vacinamos também trabalhadores de outra construção”, disse Maqueson Garcia.

Na manhã de quarta-feira, 11, os servidores da Saúde do Trabalhador retornaram para a primeira construção visitada no dia 05, a fim de levar orientações sobre prevenção a acidentes. “O CEREST está ultrapassando suas portas e indo diretamente conversar com empregadores e empregados quanto à importância da prevenção de acidentes e doenças relacionados ao trabalho”, disse Maqueson.

 

Conforme Maurício César Pereira da Silva, técnico em segurança do trabalho do CEREST, essas orientações são importantes para assegurar a saúde do trabalhador. “Sempre que fazemos visitas às obras procuramos orientar tanto o profissional quanto o responsável pela obra na área de segurança sobre os riscos existentes. Alguns riscos são passados despercebidos pelos profissionais, por isso, a importância do técnico em segurança do trabalho para alertá-los sobre isso. Sempre orientamos o uso do EPI de acordo com a finalidade da tarefa que eles estão executando”, afirmou.

 

A pretensão é que na próxima semana o CEREST faça visita técnica no frigorífico de jacarés. No dia 28 de abril, o Centro de Referência promoverá caminhada para encerramento do Abril Verde, com o intuito de mobilizar a sociedade sobre a prevenção de doenças e acidentes no âmbito do trabalho.

Comentários
Veja Também