+55 (67) 98417-2849
domingo, 15 de julho de 2018
SET Fev

Receita Federal faz leilão para vender 100 lotes de veículos apreendidos em Corumbá

12 ABR 2018Por: Leonardo Cabral14h00
Cem lotes estão sendo ofertados em leilão da Receita FederalCem lotes estão sendo ofertados em leilão da Receita Federal / Foto: Leonardo Cabral/ Corumbá Agora

Cem lotes entre carros de passeio, caminhões, ônibus e semirreboques, estão sendo ofertados em leilão promovido pela Receita Federal. Parte das mercadorias foram apreendidas pelos agentes da instituição fiscalizadora na região de fronteira entre Brasil e Bolívia, no Posto Esdras.

Interessados em participar, já podem dar os lances, sendo a data limite até às 18h, horário de Brasília, do dia 23 de abril.

Segundo o auditor-inspetor chefe da Receita Federal, Zaquiel Chardong Vettorello, a proposta inicial do leilão será de R$ 300,00.

“Esse será o valor inicial, podendo chegar até R$ 6,5 mil, porém é importante lembrar que a maioria dos lotes estão na faixa de um mil reais”, falou ao Corumbá Agora, Zaquiel.

Ainda conforme ele, no leilão, além de veículos com placas nacionais, serão ofertados carros estrangeiros. “Esses carros só poderão ser arrematados por pessoas jurídicas, ou seja, empresas credenciada ao Detran-MS. Eles são enquadrados como sucata”, completou.

Os lotes estarão disponíveis para os compradores, tanto no pátio da Receia Federal, no Posto Esdras, como no depósito da instituição, localizado na rua Mato Grosso, região central da cidade. A visitação será a partir do dia 16 até o dia 18 de abril, das 8:30 às 10:30 e das 14:00 às 16:00 horário local.

Ainda conforme Zaquiel, um grande problema que se tem ao realizar o leilão, “são as pessoas que fazem a arrematação e não pagam o DAF que é gerado automaticamente após a arrematação, para que seja pago no dia seguinte. Porém, devido a isso, a pessoa que não realiza esse pagamento está sujeita a multa, que no caso, o valor é de 20% sobre lance arrematado”, finalizou.

Para participar do leilão da Receita Federal, a pessoa física ou jurídica, precisa ter um certificado digital, válido do interessado que pode ser retirado pelo próprio site do órgão- www.receita.fazenda.gov.br.

A sessão pública, dia que definirá o valor inicial de arrematação do produto desejado ocorrerá no dia 24 de abril, a partir das 09h, horário de Brasília. O local deverá ser consultado também na página da instituição.

 

  

Comentários
Veja Também
Divulgue 2