+55 (67) 98417-2849
quinta, 24 de maio de 2018

Empresa é condenada a indenizar mulher que teve luz cortada indevidamente

09 FEV 2018Por: Campo Grande News15h00

A Energisa foi condenada a pagar R$ 10 mil de indenização a uma consumidora que teve a luz cortada indevidamente. O caso aconteceu em Corumbá, a 419 quilômetros de Campo Grande.

Segundo informações da Justiça, a cliente alega ter recebido em casa uma comunicação de irregularidade no medidor e uma fatura de R$ 8.154,35. Ela recorreu administrativamente, mas ainda assim teve o serviço suspenso. Ela pediu a nulidade do débito e do termo de ocorrência e ressarcimento por danos morais.

A concessionária alegou no processo que técnicos encontraram um gato durante vistoria na casa da consumidora, fazendo com que ela pagasse menos do que, de fato, utilizava. A defesa disse também que o corte se deu porque ela não pagou o boleto com a diferença, caracterizando inadimplência.

O juiz titular responsável pelo caso, Daniel Scaramella Moreira, entendeu que a cliente não foi culpada pelos prejuízos sofridos pela distribuidora e que não houve provas de que ela fraudou o marcador de energia.

Como a decisão é de primeiro grau, ainda cabe recurso por parte da concessionária.

Comentários
Veja Também