+55 (67) 99166-3592
sexta, 17 de agosto de 2018
governo Hepatite A
"Bloco de sujos"

Tradição é mantida e bloco Cibalena arrasta multidões para as ruas e ferve mais um carnaval de Corumbá

10 FEV 2018Por: Cristiano Arruda04h00
Concentração do bloco na rua CuiabáConcentração do bloco na rua Cuiabá / Foto: Cristiano Arruda/Corumbá Agora

Um dos blocos mais tradicionais de Corumbá arrastou multidões para a Avenida General Rondon, na noite desta sexta-feira (9).

Conhecido como “Bloco de sujos”, o Cibalena aos poucos foi lotando a rua Cuiabá, na sua concentração onde as pessoas foram curtir a folia.

Para se divertir não precisava de camiseta do bloco e nem se vestir com roupas do sexo oposto, o negócio era se jogar e curtir com moderação.

Amigas curtindo o bloco./Foto:Cristiano Arruda-Corumbá

“Não tem mais essa de homem vir de mulher e mulher de homem, bota uma fantasia legal e vem pra rua, o importante é curtir", disse o segurança privado, Carlos Diego, de 29 anos.

O trio elétrico ficou encarregado de animar a galera com as marchinhas tradicionais dos carnavais antigos como “mamãe eu quero, mamãe eu quero, mamãe eu quero mamar...” contagiando os foliões que davam continuidade na música.

O bloco que reúne milhares de pessoa nasceu há 38 anos e ganhou o nome “Cibalena” dando referência a um medicamento e a moda acabou pegando.

“Venho com meus amigos desde meus 17 anos, hoje estou com 28 e não abro mão de vir no Cibalena, não. É tradição do carnaval, quem quer curtir a festa toda precisa passar pelo bloco de sujos para se batizar e continuar a folia nos outros dias”, afirmou um folião.

Foliões na concentração do Bloco./Foto: Cristiano Arruda-Corumbá Agora

Faltando pouco para a meia noite o trio começou a descer a rua Frei Mariano para a passarela do samba. Era possível ver as pessoas ovacionado o tradicional bloco da cidade, chegando na Avenida.

Já na madrugada deste sábado (10), o público contou com a apresentação da Escola de Samba do Rio de Janeiro, Mangueira, conhecida como verde e rosa, além do show dos grupos Axé BLond e uma banda local.

 

Comentários
Veja Também
Divulgue 2