+55 (67) 99166-3592
domingo, 19 de agosto de 2018
Carnaval 2018

Blocos oficiais animaram a quarta noite de carnaval em Corumbá

11 FEV 2018Por: Cristiano Arruda03h40
Corte de momo abriu os desfiles dos blocos na noite deste sábado (10).Corte de momo abriu os desfiles dos blocos na noite deste sábado (10). / Foto: Cristiano Arruda/Corumbá Agora

O carnaval de Corumbá continua a todo vapor na cidade Branca e neste sábado (10) onze blocos oficiais passaram pela Avenida General Rondon, animando os foliões.

Quem deu inicio aos desfiles na noite, foi à corte de Momo 2018 composta pelo Rei Renan Júnior, a Rainha Elenina Paula de Souza, além das princesas Raiane Oliveira de Paula e Thalia Araujo.

 Foto:Cristiano Arruda/Corumbá Agora

O primeiro bloco a desfilar na passarela do Samba foi o Oliveira Somos Nós, que neste ano trouxe para a Avenida Enredo: “O bloco Oliveira Somos nós exalta a maior torcida do pantanal, a torcida do Corumbaense”, em homenagem aos torcedores do Carijó. O mesmo desceu com cerca de 520 componentes.

Homenageando os professores, o bloco Afro Samba Reggae, trouxe uma mensagem no seu enredo, chamando a atenção para a valorização da profissão, na área da educação. Aproximadamente 600 pessoas vieram para a Avenida com o bloco, que foi fundado em 1994; Antes chamado de Oludum.

O Flor de Abacate trouxe a homenagem a Darci, uma das fundadoras do bloco que faleceu no ano passado. Na passarela além o enredo, balões foram soltos por integrantes do Bloco em sua homenagem. A rainha de bateria Lucilinha mexeu com os foliões com sua energia.

Fundado em 1994, o bloco Os Intocáveis, trouxe para a Passarela do Samba a força do Axé como enredo, que mexeu com todos os integrantes durante o desfile.

Foto:Cristiano Arruda/Corumbá Agora

A nação Zumbi veio com um enredo falado sobre os direitos trabalhistas. Assunto muito comentado por conta das reformas do Governo atual. O bloco traz cerca de 800 componentes.

A Águia da Vila aborda o tema do Pantanal ecológico e cera de 500 integrantes estavam no bloco trazendo sua mensagem no carnaval.

Já na madrugada deste domingo (11), o bloco Arthur Marinho que nasceu em 2002 trouxe o enredo “Corumbaense bicampeão Sul- Mato-Grossense”, lembrando a vitória do Corumbaense Futebol Clube, no ano de 2017; O bloco ainda trouxe uma bandeira do time de aproximadamente 10 metros que cubriu parte da rua, por onde passou.

O Bola Preta, um dos blocos mais antigos e tradicionais de Corumbá, entrou na avenida com cerca de 700 integrantes, cantando e contando um pouco da história do pantanal sul-mato-grossense. 

Foto:Cristiano Arruda/Corumbá Agora

A pesca do Peixe da espécie Dourado está proibida nos rios do pantanal e com isso, o bloco Vitória Régia, veio com o enredo frisando a preservação do mesmo que está ameaçado de extinção nos rios.

O penúltimo bloco a entrar na avenida é o Cube dos Cem, um bloco tradicional do carnaval e que este ano prestou sua homenagem ao ex-prefeito Ruiter Cunha de Oliveira que faleceu em 2017. O bloco veio com cerca de 1.000 integrantes.

Por ultimo, não menos importante para encerrar o desfile dos blocos oficiais, desceu o bloco Praia, bola e cerveja fundado em 1980, e prestou sua homenagem a Luiz Mário Cambará, com 650 integrantes.

O quarto dia de carnaval acabou com um show local, na praça Generoso Ponce.

Bloco Clube dos Cem prestou homenagem ao ex-prefeito de Corumbá, Ruiter Cunha de Oliveira, que faleceu em 2017./ Foto: Cristiano Arruda/Corumbá Agora
 
Comentários
Veja Também
Divulgue 2